Você já comeu alguma uva de véspera de Ano Novo? Então você pode aproveitá los na cozinha (e começar a se alimentar de forma mais leve e saudável)

Sobremesas

Com a ressaca, real ou metafórica, de um Reveillon completamente atípico, muitos lares vão acordar com um certo caos na cozinha. As sobras quase inevitáveis ​​são perfeitas para improvisar um brunch preguiçoso ou um lanche da tarde em casa, mas há um produto que, depois de chamar a atenção de quase todo o país há algumas horas, pode hoje ser esquecido. Se sobrar uvas depois dos sinos, dê-lhes outra vida à sua mesa, aproveitando, aliás, para começar a cumprir os propósitos de uma alimentação mais leve e saudável.

Com exceção da rainha do Reveillon, a uva aledo de Vinalopó, na verdade a uva não é um produto que está em temporada no final de dezembro. No entanto, uvas de diversas variedades são importadas de outros países - principalmente americanos - que as mantêm presente em nossas quitandas doze meses por ano.

Seja qual for a uva que tenha chegado à sua mesa para acompanhar os sinos, se você optou por comprá-la em cachos em vez das commodities -mas muito caras- embalagens individuais, você pode se encontrar com sobras dessa fruta, condenada a ir para vida melhor relegada ao esquecimento na fruteira ou no fundo da geladeira, após seus breves momentos de glória.

Para os menos apreciadores do seu sabor ou para quem devora os grãos com gosto ao ritmo dos sinos, propomos diferentes formas de aproveitá-los neste início de ano, para ver se podemos prolongar um pouco mais a boa sorte que supostamente trazem. Comê-los frescos é a melhor opção, mas nem sempre você obtém uvas saborosas por conta própria; felizmente, eles oferecem grande versatilidade.

Em um lanche ou tábua de queijos

Se você juntar todas as porções, pacotes e pedaços meio gastos de queijos e alguns frios que você tirou no jantar ontem à noite, você certamente pode resolver o almoço ou jantar de Ano Novo, especialmente se você não quiser comer nada mais recheio ou se misturar fogões. Ou talvez possam preparar o seu aperitivo de fim de semana, que temos à nossa porta.

Em qualquer caso, as uvas frescas são um excelente complemento para harmonizar e completar estes produtos, cuja degustação é apreciada por um lanche refrescante e hidratante com um ponto mais ácido e ao mesmo tempo doce. Uvas e queijo têm gosto de beijo e, nesse caso, o ditado não é enganoso.

Quando as sobras não dão muito, pode-se montar espetos ou espetos com cubos de queijo, uvas e, por exemplo, uns picles, ou um pedaço de boa salsicha. A vantagem das uvas é que se harmonizam bem tanto com os queijos mais curados, como com as castas mais frescas, também mais leves. Por isso, quando não tiver sobras para gastar, deixe os laticínios mais gordurosos e os frios por um tempo e combine as frutas com queijos frescos ou do tipo Burgos.

Saladas leves

Passando para ideias menos calóricas e enérgicas, as saladas voltarão a brilhar nos menus assim que terminarmos as férias de Natal. Embora não os renunciemos nos menus de festa, são a forma mais confortável de preparar almoços e jantares ligeiros e saudáveis, para recuperar um pouco da normalidade na nossa alimentação e tornar a cozinha menos complicada.

A uva irá fornecer uma salada fresca, saborosa, crocante e suculenta para qualquer salada de que gostamos, embora recomendamos combiná-la com uma base de folhas verdes que não é a típica alface e adicionar algo que também seja crocante e mais amargo, como nesta receita de alface de cordeiro. , uvas e rabanetes.

O funcho fresco combina perfeitamente com uvas, mas também com maçãs e peras, pelo que também podemos enriquecer a nossa salada com estas frutas, especialmente se não comemos tudo o que nos seria recomendado durante as férias. Cristalizado não conta.

Macedônio com e sem iogurte

Café da manhã, sobremesa ou lanche; Nada é mais apetitoso e saudável do que combinar uma boa variedade de frutas naturais para refrescar o estômago e adoçar o dia de uma forma muito natural e leve.

Agora que os citrinos estão na época, é a melhor altura para aproveitar as laranjas que tantas embalagens contribuem para as saladas caseiras, juntando as uvas que sobraram com as mencionadas na secção anterior, bem como outras para degustar: frutos do bosque, caqui, kiwi ou tropical como manga e mamão, que combinam especialmente bem com uvas.

Com uma base de iogurte natural teremos um prato mais completo e satisfatório, podemos até adicionar nozes ou sementes se precisarmos de um suprimento extra de energia e nutrientes.

Smoothies, sucos e smoothies

Frutas inteiras são sempre mais recomendadas, mas um bom suco caseiro ou, melhor ainda, um smoothie sem coar, são boas opções para levar de vez em quando em casa. É uma fruta muito rica em água, especialmente indicada para smoothies, mas se for bem amassada, a casca vai dar mais consistência, textura e, acima de tudo, muitos nutrientes e fibras aos smoothies.

Só combinando uvas e maçãs é obtido um delicioso suco, mas também podemos preparar um smoothie mais saciante adicionando banana e leite, que pode se transformar em um smoothie ou no seu formato. tigela engrossar com iogurte grego.

Com vegetais assados ​​e pratos vegetarianos

Se preparar algum vegetal no forno já é uma ótima ideia, adicionar algumas uvas ao prato, ou assá-las separadamente para combiná-las, pode elevar ainda mais o resultado. Os grãos inteiros, com um tempero como bom azeite de oliva extra virgem, um pouco de molho de soja, mostarda, vinagre ou um pouco de mel, e ervas e especiarias, irão caramelizar em seus próprios açúcares, intensificando seu sabor.

Outro bom método para aproveitá-los em pratos vegetarianos é simplesmente colocá-los na frigideira, grelha ou wok onde saltamos os vegetais. Aqui podemos adicionar os grãos inteiros ou cortados ao meio e brincar com o cozimento dependendo se estamos procurando um toque mais crocante e fresco, ou mais doce e macio. Também são perfeitos para combinar com saladas salteadas e de arroz, cuscuz, quinua ou qualquer outro cereal ou grão, inclusive com legumes.

Recomendamos especialmente combiná-los com vegetais de sabor ligeiramente mais amargo, terroso e / ou anis; A família do repolho e os tubérculos são boas opções, como couve de Bruxelas ou pastinaca, erva-doce ou endívias. Outros pratos vegetarianos que admitem uvas, e perfeitos para estes dias de preguiça culinária, são as pizzas falsas, como esta com beringela com queijo e mel de alho preto.

Enriquecendo os assados

Claro, eles também fazem maravilhas com carnes assadas. Não em vão já os utilizamos em receitas do rei desta preparação, o frango assado. É ótimo se o assarmos com batatas, cebola caramelizada e vinho tinto, ou se escolhermos combiná-lo com alguns cogumelos ou outros cogumelos.

Em vez de adicioná-los à própria fonte que envolve os pedaços de frango, uma alternativa rica é usá-los como parte do recheio do pássaro inteiro, combinados com outras frutas frescas ou cogumelos, alho ou cebolinha, nozes ou ervas aromáticas. Quanto a este último, recomendamos apostar, em caso de dúvida, no tomilho, pois é uma erva que faz um delicioso par com frutas, como demonstra esta outra receita de frango assado com uvas.

Molhos e guarnições com uvas

Não tenha medo de experimentar um pouco na cozinha. Você pode verificar isso adicionando uvas picadas ou inteiras aos seus preparados favoritos de carne com molho, além de aves assadas. Seu sabor doce e refrescante, com aquele pouco de ácido, vai criar um grande contraste em receitas com carne bovina, suína, coelho ou caça.

Por exemplo, nesta receita de costeletas de vitela ao molho de uva com seu leite cremoso, ou nesta outra de rolinhos de lombo e presunto com cebolinha e molho de uva. E não é de admirar que funcionem muito bem em molhos de vinho, como esses lombinhos. Como em todos os exemplos desta lista, não importa se usamos uvas brancas ou pretas.

Compotas e outras conservas

Caso tenha aproveitado uma oferta especial, ou tenha calculado mal a quantidade de uvas para a passagem de ano, pode ficar com vários cachos em casa. Nesse caso, nada melhor do que investi-los no preparo de geleia ou compota, ou uma geleia se a uva tiver caroço, coando bem o suco depois de cozido com o açúcar.

O normal será não ter tanta fruta a ponto de complicar muito a embalagem; nesse caso, uma boa opção é combinar a uva com outras frutas (como maçã ou marmelo, aproveitando sua pectina, e frutas vermelhas) ou fazer uma pequena quantidade que não precisaremos esterilizar, para consumir já guardando na geladeira. Se você realmente tem poucos grãos sobrando, pode usá-los em um chutney.

Substituindo (ou acompanhando) as passas

Esse recurso não tem muito mistério, é algo tão simples como usar a fruta natural em receitas em que normalmente usaríamos passas. Nem sempre funcionam - nestes biscoitos, por exemplo, não seria uma boa ideia - mas em pratos salgados é raro estragarmos.

Ampliando o espectro, podemos incorporá-los a qualquer elaboração que inclua qualquer variedade de frutas secas ou desidratadas, substituindo-os ou combinando-os com eles, para enriquecê-los com novos sabores e texturas. É também uma forma de tornar o prato mais leve, pois já sabemos que esses frutos secos concentram mais açúcares e fibras.

Um capricho para chocolatiers

Para estes primeiros dias do ano em que olhamos para a alimentação ou para o regresso à rotina cada vez mais próximos, pode ser bom usar um capricho menos calórico doce para nos despedirmos dos excessos do Natal. Frutas naturais - ou grão de bico - mergulhados em chocolate amargo são um recurso relativamente saudável, sempre com razoável moderação.

Como faríamos com os morangos clássicos, só temos que derreter um bom chocolate amargo no banho-maria ou no micro-ondas, com a maior percentagem de cacau que podemos tolerar - temos que ousar com os mais intensos para diminuir o nosso limiar de doçura-, e banhe os grãos de uva lavados, deixando-os secar em papel antiaderente.

Depois, basta mantê-los em um lugar fresco ou na geladeira. Quando sentimos falta do pedaço de nougat ou do polvorón com que costumávamos acompanhar o café, só temos que aproveitar a explosão de sabor que envolve mastigar um grão de uva inteiro coberto de chocolate.

Tag:  Receitas Sobremesas Seleção 

Artigos Interessantes

add