I Concurso de pinchos e tapas medievais

Sobremesas

É claro que o espeto é extremamente tópico. Cada vez mais as competições acontecem em torno desse aperitivo de balcão de bar e, em casos como este, com a mais valia de serem tapas feitas com produtos disponíveis na Idade Média. A Rede de Cidades e Vilas Medievais, que integra dez vilas espanholas com um importante património medieval, foi quem convocou este concurso, onde uma das chaves foi não poder utilizar produtos que foram exportados pelos Grandes Descobridores da América em 1492.

Assim, os espetos não podiam incluir batata, tomate, pimento ou páprica, feijão, abóbora, milho, café, cacau ou rum, entre tantos outros ingredientes. Uma regra que, longe de ser uma limitação, se traduziu num incentivo aos chefes participantes, que mostraram grande versatilidade e criatividade na apresentação dos seus pratos à competição.

Depois de realizar algumas fases preliminares de seleção em cada uma das localidades participantes para a escolha do pincho ou tapa que representaria o município, foi no último fim de semana (18 a 20 de abril) em Consuegra (Toledo) que se realizou a final do concorrência. Os pinchos poderão ser degustados em vários estabelecimentos da cidade, ao preço de 2 € incluindo bebida.

Entre as elaborações apresentadas estão o rosbife ao estilo medieval com cebola rústica e cavi-art em seu suco (Laguardia), a Orelha com mel com aroma de tomilho (Sigüenza), espeto de cervo em adobo da época, cuscuz couve-flor e majar branco (Consuegra), Ziriko recheado com aspargos frescos num molho de azeitonas pretas, creme de amora e framboesa (Estella- Lizarra) ou o espeto vencedor, Pilartxo, Torrada de barriga de atum com Idiazábal partido e couve doce ( Hondarribia-Fuenterrabia).

O júri (composto pelo chef do restaurante Goya do Hotel Ritz em Madrid, Jorge González Carmona; o gerente do restaurante 'Un alto en el camino' em Madridejos e o prestigioso hoteleiro Manuel Seller Grover; o vice-diretor da Escola de Hospitalidade de Toledo e dona do Mesón 'La Venta de Tiembles' em Tembleque, Ángela Fernández Fernández; e o Chefe de Serviço da Delegação Provincial de Turismo, Jesús Esteban Ortega) escolheram como vencedor o chef Bixente Muñoz do Restaurante Gran Sol de Hondarribia para uso de as matérias-primas do ambiente e a combinação de sabores, que fazem desta torrada um espeto gastronomicamente completo, além da espetacularidade e originalidade da sua proposta de fumá-la com aromas de carvalho e baunilha em sino pouco antes de prová-la.

Mais informações | Regras do concurso Mais informações | Brochura do concurso e lista dos espetos participantes

Compartir I Concurso de pinchos e tapas medievais

  • Facebook
  • Twitter
  • Flipboard
  • O email
Tópicos
  • Eventos
  • Cultura gastronômica
  • Turismo gastronômico
  • espetos medievais

Compartilhar

  • Facebook
  • Twitter
  • Flipboard
  • O email
Tag:  Receitas Sobremesas Seleção 

Artigos Interessantes

add